Primeiros passos para aparecer na primeira página do Google

Quem não é visto, não é lembrado! Já ouvimos muito isso, não é mesmo? Mas poderíamos “reescrever” essa máxima e dizer que “quem não está na primeira página de resultados do Google nem existe”. Pode parecer um pouco exagerado, mas vamos provar que não. 

Estar entre os primeiros resultados de busca do Google, em outras palavras, ranquear bem, é muito importante, principalmente, quando o assunto é número de acessos orgânicos de um site.

Leve em consideração a sua forma de fazer pesquisa. Quantas vezes você visita a segunda página do Google? Existe até uma frase de efeito na internet que diz: “quer esconder algo? coloque na segunda página do Google!”. 

Porém, estar entre os primeiros resultados não é algo simples e nem muito rápido, porém vale a pena a dedicação.

Neste artigo você vai encontrar algumas técnicas iniciais de buscas de palavras-chave, otimização de páginas e ferramentas para colocar seu site nos primeiros resultados. 

 

Como aparecer na primeira página do Google

 

Para aparecer nos primeiros resultados e ser indexado pelo Google, você precisa conhecer e aplicar técnicas de SEO. 

 

Mas o que é ser indexado?

 

Ter um site indexado no Google significa colocar ele no índice, ou seja, na raíz do buscador. 

Significa oferecer ao Google todas as explicações necessárias sobre o seu site. Isso é importante porque só assim ele será encontrado nas buscas do Google. Mas não se preocupe, esse passo não é tão difícil quanto pode parecer. 

Mas como saber se ele já não está indexado? Basta entrar no buscador do Google e digitar o endereço do seu site. Caso ele apareça como resultado, quer dizer que ele já está devidamente indexado. Porém, caso isso não aconteça, você vai precisar fazer esse cadastro. Para isso, basta clicar aqui!

Agora, vamos voltar a falar de SEO.

Como dissemos, as técnicas de SEO são fundamentais para conquistar bons resultados nas buscas. SEO é a sigla para Search Engine Optimization, em portugês podemos traduzir para otimização para mecanismos de busca. 

A Ahrefs, umas das plataformas de SEO mais utilizadas no mundo, desenvolveu um passo a passo muito interessante para aplicar as técnicas de SEO e ajudar você a ranquear o seu site na primeira página do Google.

De forma resumida, o processo é este:

  • Encontre as palavras-chave que o site ou página ainda não conseguem bons resultados no Google.
  • Investigue seus concorrentes e compare com os seus resultados;
  • Melhore os aspectos de SEO que foram identificados como falhos nos passos anteriores;
  • Repita os 3 primeiros passos para as próximas palavras-chave.

No vídeo abaixo você encontra as explicações dadas por Sam Oh, especialista em tráfego e fundador do Money Journal.

 

Como ranquear bem no Google (tutorial passo a passo)

 

 

Aprenda o que o seu clientes colocam na busca

 

Você não pode otimizar seu site sem saber o que seus clientes estão procurando. Mas como você pode descobrir isso? O melhor ponto de partida é usar o bom senso.

Imagine que você tem um clube de assinaturas de livros infantis. Então, se partir de uma lógica, seus clientes provavelmente estão procurando por coisas como, “Clubes de assinatura de livros infantis” ou “Clubes de assinatura para crianças”.

Antes de qualquer coisa, pense no que seus clientes podem estar procurando e anote suas ideias em um bloco de notas. Algo ainda mais assertivo é perguntar a eles diretamente.

 

Descubra a forma mais comum de as pessoas pesquisarem sua empresa

 

É provável que alguns de seus clientes estejam procurando sua empresa usando as palavras e frases que você anotou. Se isso é maioria das pessoas, esta já é outra história.

Portanto, o primeiro passo é descobrir a maneira mais comum de as pessoas pesquisarem o que você vende ou faz. 

Você pode usar as ideias que já anotou para fazer isso. Comece fazendo uma pesquisa no Google por uma das palavras ou frases de sua lista. Não importa o quão óbvia ou prolixa esse termo pareça.

Ao fazer essa busca você vai perceber que as palavras-chave que anotou vão aparecer nos títulos e meta-description dos resultados.

Mas isso ainda não é uma garantia de que essa palavra é a melhor escolha, por isso utilize uma ferramenta de análise de palavras-chave. Bons exemplos de ferramentas assim são:

Ao utilizar alguma dessas ferramentas, você vai encontrar diversas variaves que te ajudarão a fazer essa escolha. Para saber um pouco mais sobre a importância das palavra-chave confira o artigo que já compartilhamos aqui no blog. 

Primeiros passoas para aparecer na primeira página do Google

 

Crie páginas otimizadas para busca

 

A pesquisa de palavras-chave é apenas o primeiro passo para atrair mais tráfego de busca orgânica.

Você também precisa se certificar de que suas páginas estão bem estruturadas e satisfazem a pessoa por trás da pesquisa para classificar as palavras-chave selecionadas.

Seus esforços de otimização devem começar certificando-se de que seus visitantes estão tendo uma boa experiência do usuário (UX). Use design e tipografia que facilitam o consumo do conteúdo e remova quaisquer elementos desnecessários, como pop-ups, caixas opt-in, etc., que podem irritar seus leitores.

A otimização on-page é a próxima etapa em sua estratégia de SEO.

Escolher as palavras-chave certas e criar o “melhor” conteúdo não ajudará se suas páginas não forem otimizadas para mecanismos de pesquisa.

Existem muitas maneiras de implementar os recursos, mas se você estiver usando o WordPress para o seu site, recomendamos primeiro a instalação de um plugin de SEO como Yoast SEO. É gratuito e simples de usar, e é perfeito para aqueles que são novos no SEO na página.

Primeiros passoas para aparecer na primeira página do Google

 

Crie conteúdo que esteja de acordo com a “intenção de pesquisa”

 

Querer uma classificação para uma palavra-chave não significa que você merece, mesmo que seus elementos tradicionais de SEO na página estejam no ponto. Isso se deve a algo chamado intenção de pesquisa.

Resumindo, existem três ‘tipos’ principais de pesquisas que as pessoas fazem:

Navegação: eles estão procurando um site específico, por exemplo, ‘Clubes de Assinatura’

Informativo: eles desejam aprender mais sobre um tópico específico, por exemplo, “como abrir um clube de assinaturas”

Transacional: eles desejam comprar um produto / serviço específico, por exemplo, “assinar um clube de assinaturas”

Naturalmente, as pesquisas com um alto nível de interesse comercial são mais valiosas do ponto de vista do negócio, pois as pessoas que as fazem estão mais perto de comprar (ou seja, mais abaixo no funil de vendas) e, portanto, têm mais probabilidade de gastar dinheiro se acessarem seu site .

 

Use URLs curtos e descritivos

 

O endereço da sua página na web envia um sinal aos mecanismos de pesquisa sobre o assunto. Fazer isso certo da primeira vez é recomendado porque você deve evitar alterá-lo, se possível.

Aqui está o conselho do Google sobre URLs:

A estrutura de URL de um site deve ser o mais simples possível. Considere organizar seu conteúdo de forma que os URLs sejam construídos de forma lógica e da maneira mais legível para os humanos.

Em outras palavras, não tenha uma Url assim: dominio.com/56945602_86587356.asp

Um bom exemplo de Url:  dominio.com/clube-de-assinatura-infantil

O outro benefício dos URLs descritivos é que eles geralmente incluem sua palavra-chave alvo (ou pelo menos palavras e frases dela). Dito isso, não coloque palavras-chave em URLs se elas parecerem artificiais.

 

Crie meta títulos e descrições atraentes

 

As páginas da web têm dois recursos específicos que os mecanismos de pesquisa usam ao criar resultados de pesquisa. O title, o texto maior que aparece em azul e meta-description, ou metatag, que aparece em cinza menor. 

Primeiros passoas para aparecer na primeira página do Google

O title não aparece em nenhum lugar da página. Ele simplesmente define o nome da guia do navegador, e o Google e outros mecanismos de pesquisa a utilizam ao mostrar a página nos resultados da pesquisa.

Atenção! O Google nem sempre respeita os titles que você define. Às vezes, eles optam por exibir algo ligeiramente diferente.

O title é uma ótima oportunidade para escrever um título que:

  • inclui a palavra-chave pela qual você deseja que a página seja classificada;
  • é atraente o suficiente para fazer os usuários clicarem e visitarem seu site.

Também é recomendado manter o title com até 60 caracteres, para evitar o truncamento completo nos resultados da pesquisa. No entanto, não se trata tanto do número de caracteres, mas sim de pixels. Portanto, é uma boa ideia usar uma ferramenta de pixel SERP para garantir que seus títulos não sejam cortados.

Meta-descriptions também são importantes, principalmente porque também podem afetar a taxa de cliques.

Se você quiser evitar o risco de truncamento, suas meta-descriptions não devem exceder 155 caracteres. Use a ferramenta de pixel mencionada acima para mantê-los dentro dos limites. No plugin que citamos antes, também é possível ver com facilidade esse limite de caracteres. 

 

Use cabeçalhos (headers) e subcabeçalhos (subheaders) para criar uma estrutura lógica

 

Use o formato HTML padrão para cabeçalhos (H1 a H6) para tornar mais fácil para os mecanismos de pesquisa entender a estrutura de sua página e a importância de cada seção.

O H1 deve ser reservado para o título na página do seu conteúdo e deve incluir a palavra-chave principal. Você pode ter mais de uma tag H1 por página, mas recomendamos manter uma.

O H2 deve ser usado para os títulos das seções principais de sua página. Eles também devem incluir a palavra-chave principal que você está buscando (sempre que possível e natural – não canse o usuário!). Eles são um bom lugar para adicionar palavras-chave adicionais para as quais você deseja classificar.

 

Otimize as imagens

 

As imagens são ótimas para humanos, mas os mecanismos de pesquisa têm dificuldade para entendê-las.

Então, para ajudar o Google (e outros mecanismos de pesquisa) a entender suas imagens, você deve usar a tag alt para descrevê-las e explicá-las. 

No WordPress, a edição da alt tag é feita usando o campo Texto alternativo no editor de imagem:

atributo alt da imagem

Então, como dissemos, esses são apenas os primeiros passos para aparecer na primeira página no Google. Existem aspectos off-page e estratégias que colaboram para conquistar esse resultado. 

Entre eles estão: 

  • garantir que a página tenha uma boa velocidade de carregamento;
  • ter um site mobile-friendly;
  • ter o certificado SSL instalado;
  • criar um sitemap;
  • aplicar estratégias de backlinks e linkbuilder;
  • analisar e medir sempre!

Para colocar tudo isso em prática é necessário contar com profissionais capacitados e ferramentas específicas. Na hora de criar e desenvolver um site todos esses aspectos de SEO precisam ser levados em consideração. Isso evita um retrabalho lá na frente!

Nós somos especialistas na criação e desenvolvimento de sites de alta performance, 100% otimizados para as buscas do Google. Acesse nossa página de projetos e confira!  

Continue recebendo os nossos conteúdos, assine nossa newsletter e siga a Mobister no LinkedIn.

Mobister

Marketing para tecnologia.